sexta-feira, 20 de abril de 2018

LEITORES DO TRIMESTRE

.
Quando um livro nos envolve
São mil (a)braços a cativar
Cada folha é uma janela
Para um barco, ou uma estrela
Um novo mundo a despontar.
AC
.
Premiar leitores, pelo que isso implica, é coisa bem agradável. São navegantes da vida, ciosos de emoções, sempre prontos a abrir a janela do entendimento. E isso é algo que, nos primeiros tempos - depois encontrarão a recompensa por si próprios - merece ser acarinhado.
Posto isto, vamos a factos. Os alunos que mais requisitaram livros nas quatro turmas, durante o 2.º período, para leitura domiciliária, foram os seguintes:
.
1.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Érica Sofia Raposo Aragão
.
Menções Honrosas (Diploma)
Núria de Castro Rocha Faria
Alice Isabel Batista Tinalhas
Beatriz Ascensão Geirinhas
Margarida Roque Ferreira Cordeiro
.
2.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Diogo Miguel Barroqueiro Cascalho
.
Menções Honrosas (Diploma)
Ana Lara Costa Tavares
Guilherme Patrício Calvário
Myroslava Ternova
.
3.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Duarte Porfírio Correia
.
Menções Honrosas (Diploma)
Afonso Miguel Oliveira Gregório
Maria Rita Esteves Mendes
Laura Filipa Faia André
Carolina Filipa Lopes Ramos
.
4.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Beatriz Castro Fradique
.
Menções Honrosas (Diploma)
Joana Augusto Correia Martins
Matilde Ribeiro Nogueira
Hugo Miguel Arribança Oliveira
Nádia Isabel Ribeiro Pereira
.
Parabéns aos premiados, parabéns a todos os leitores.
Ler, aqui só para nós, é uma tentativa de abraçar o mundo. Que eles continuem a ler, que eles continuem a tentar abraçar!
.
.

POR QUE RAZÃO SE UTILIZA SAL NAS ESTRADAS GELADAS?

.
.
É costume por aqui ir dando protagonismo aos alunos, à medida que desenvolvem competências, no desenvolvimento de certos trabalhos: ganham experiência, desenvolvem novos atributos, aumentam a autoestima.
Encontrando-se a turma a estudar a relação entre os estados físicos e a temperatura, a Matilde Saraiva e a Maria Benedita prontificaram-se, esta semana, a contribuir para a resposta à seguinte questão: por que razão se utiliza sal nas estradas geladas?
.
.
Elas reuniram-se, prepararam a sessão e, no dia da sua performance, apresentaram os seguintes materiais: água da torneira, três copos de plástico, sal de cozinha, copo medidor, colher, caneta de acetato, termómetro e, à sua disposição, um congelador.
.
.
Começaram por numerar os copos: 1, 2 e 3.
.
.
A seguir, servindo-se dum copo medidor, colocaram 50 ml de água em cada copo.
.
.
.
Depois, meticulosamente, adicionaram uma colher de sal no copo 2 e três colheres de sal no copo 3. O copo 1 ficou isento de sal.
.
.
Seguiu-se a medição do congelador: estava com - 9º.
.
.
Por fim, concluídos todos os preceitos, colocaram os três copos no congelador.
.
 .
A partir daqui havia que registar observações, de 30 em 30 minutos, durante 5 horas.
Excetuando, por motivos óbvios, a hora de almoço, registaram-se as seguintes observações.
.
.
O aspeto final dos três copos
.
Todos puderam verificar que a água no copo 1 (sem sal) demorou menos tempo a solidificar. Logo, quanto maior a quantidade de sal, mais tempo demora a solidificar a água.
Conclusão: o sal é utilizado nas estradas porque, quando misturado com gelo ou neve, faz diminuir o ponto de fusão, ou seja, a água com o sal funde a uma temperatura abaixo dos 0º C.
.
.
Para a posteridade, aqui fica registado, com toda a razão, o ar de satisfação das nossas "cientistas" pelo seu bom desempenho.
.
.

À CONVERSA SOBRE O SONO E O SUCESSO ESCOLAR

.
.
.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

VISITA AO SOUTO DA CASA

.
Esta semana , no âmbito do Projeto "Autonomia e Flexibilidade Curricular, os alunos do 1.º ano pegaram na trouxa e foram, em visita de estudo, até ao Souto da Casa. Visitaram a azenha, as casas temáticas de algumas profissões tradicionais e participaram, ainda, na confeção de pão com uma percentagem de farinha de bolota.
Aqui ficam alguns registos.
.
Azenha - desenho de Érica Aragão - 1.º ano
.
Casa do ferreiro - desenho de Martim Maia - 1.º ano
.
Latoeiro - desenho da Alice - 1.º ano
Padaria - desenho de Érica Filipa - 1.º ano
.

.
Tecedeira - desenho de Margarida Cordeiro - 1.º ano
.
.

CUBICANDO

.
.
Fala-se de volumes, do metro cúbico... 
Para não se perder a dinâmica da aula, pega-se numa série de mapas, com cerca de 1 metro de lado, e improvisa-se um cubo. Assim, do pé para a mão, se adquire uma noção.
A Matemática, por vezes, também se presta a improvisos.
.
.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

TEATRO NA ESCOLA

.
.
.
SINOPSE
.
SuperTina e SuperTó são dois super-heróis com uma missão muito especial... Vigiam todo o planeta e ao mínimo sinal de medo incrustado, surgem em nosso auxílio! Atenção, atenção! A dona Casimira e o Rafa necessitam de ajuda... Com quilos de energia, litros de folia e uma pitada de público, os nossos heróis metem mãos à obra e conseguem ensinar-nos a lidar com o medo. Escuta! Ele serve apenas para nos alertar dos perigos, não lhe podemos ficar colados, há que superá-lo, libertá-lo... Todos podemos ser heróis!
.
.

OS SUPER-HERÓIS

.
.
O teatro é uma forma de comunicação fabulosa, com interação entre partes, que permite transmitir uma mensagem de acordo com o interior de cada um: nuns casos é a redescoberta de sensações adormecidas, noutros a descoberta de novos patamares, noutros ainda a reformulação de conceitos... Seja como for, o teatro permite a vivência de várias perceções, apelando ao sentimento profundo, dando corpo a ambiguidades e paradoxos.
.
.
Hoje, mais uma vez, esteve connosco o grupo Animateatro, do Seixal, que nos faz companhia há cerca de 10 anos. Desta vez, com a peça Super-Heróis, vieram-nos falar dos medos, uma constante na vida do ser humano, desdramatizando situações e, duma forma muito divertida - os alunos, no final, queriam mais - ensinando a lidar com eles da melhor forma. Todos ficaram a perceber que, a lidar com os medos, e desde que haja coragem, todos podemos ser super-heróis.
O teatro é isto, um ponto de encontro de desencontros. Foi bom, muito bom!
.
.
.
Para mais logo fica o "filme" da sessão, com muuuiiitas imagens.
.
.

terça-feira, 17 de abril de 2018

MATRÍCULAS (1.º ANO)

.
.

AMANHÃ HÁ TEATRO

.
.
A tradição, ano após ano, tem-se cimentado. Amanhã, no período da tarde, a Companhia Animateatro, do Seixal, faz-nos mais uma visita para trazer até aos nossos alunos a sua mais recente produção teatral. Desta vez trazem no bornal a peça SUPER-HERÓIS, em que a SuperTina e o SuperTó vão dissertar, enquanto divertem, acerca da melhor forma de lidar com o medo.
A não perder.
.
.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

O COMBOIO REAL

.

.
Pesquisa de Lara Faria - 4.º ano
.
.